Browsing Category

livros

#euli, livros

{livro da vez} Faça amor, não faça jogo – Ique Carvalho

Sempre que posto algum livro que comecei a ler lá no meu Insta (@maribombonato, aproveita pra me seguir :D), alguém me pede pra falar o que eu achei. E resolvi começar por um livro que desde que soube que iria ser lançado fiquei desejando.

Faça amor, não faça jogo é um livro do Ique Carvalho, autor do blog The Love Code que tenho certeza que muitas de vocês devem conhecer. Eu conheci o blog através da Dai, em uma das vezes que ela compartilhou um texto no Facebook e desde então não consegui mais parar de ler. Ique fala de amor como ninguém, do amor das mais variadas formas, um amor puro. Amor homem e mulher, amor próprio e o mais lindo de todos: o amor de pai e filho.

O pai de Ique sofre de uma doença que já está em um estágio avançado (não vou falar mais sobre isso para evitar spoilers :P) e juntos eles tinham um sonho de lançar um livro, mas não imaginavam que com o blog isso seria possível. Só digo que é impossível não se emocionar e desejar dar um abraço bem forte nos dois. <3

Além dos textos carregados de sentimento da relação pai e filho, Ique relata de uma forma incrível todos aqueles joguinhos amorosos que todo mundo já passou na vida. É um verdadeiro remédio para o coração, sendo você homem, mulher, apaixonado ou não. Daquele tipo de coisa que conforta a alma e nos emociona, sorrindo ou chorando (e sinceramente acho difícil você não deixar uma lágrima rolar até o final do livro) e nos faz querer devorar logo tooooodas as páginas. E foi isso que eu fiz! <3

Uma coisa que achei superlegal é que cada início de história conta com uma trilha sonora (assim como no próprio blog do Ique) e no livro essa música pode ser ouvida através do QR Code disponibilizado em cada texto.

Sem dúvida é um livro que pretendo reler várias e várias vezes. 🙂

Ah, para quem acompanha o blog do Ique, pode se preparar para encontrar alguns dos textos que já apareceram por lá, viu?

Eu ganhei o meu de presente em um amigo secreto no ano passado e o preço mais em conta que achei pra compartilhar aqui foi lá da Saraiva, por menos de R$18,00 no boleto! 😀

Alguma de vocês já leu também? o/

Gostou? Compartilhe:

    #euli, livros

    Eu li: Casamento Blindado

    casamentoblindado

    Eu sei que muitas de vocês devem ter o mesmo preconceito que eu sobre esse livro: “ah, deve ser livro que tenta ensinar a gente a ser santo, cheio de coisas desses crentes malucos”. E como sou evangélica, posso falar hahaha

    Só que comecei a ler muita gente elogiando esse livro, falando maravilhas sobre ele e então, um dia, passeando pela livraria o meu noivo resolveu me dar ele de presente justamente porque também tinha ouvido muita gente falar bem.

    Comecei a ler meio sem expectativa nenhuma e me surpreendi demais, demais mesmo.

    O Casamento Blindado é um livro que nos ensina a entender o nosso parceiro, saber um pouco mais sobre como funciona a cabeça dele, os sentimentos, as diferenças entre homem e mulher e dá conselhos do que podemos fazer pra viver em paz no nosso relacionamento.

    Lendo o livro você descobre que o Renato e a Cristiane demoraram DOZE ANOS para conseguirem ter paz de verdade no casamento deles. Eles contam histórias próprias, dão exemplos reais, é muito bacana.

    E não, não é um livro sobre religião, é um livro pra quem tem fé em duas coisas: em Deus e no companheiro.

    Com o livro eu aprendi porque muitas vezes a gente fala com o homem e ele não ouve nada. Aprendi também como evitar uma briga, como conversar melhor, como resolver de vez os conflitos e por aí vai.

    Terminei de ler e já emprestei pro noivo.

    E olha, recomendo esse livro pra todos: namorados, noivos, casados ou simplesmente pra quem quer começar um relacionamento da maneira correta e entendendo melhor o sexo oposto.

    Ah, ele fala sobre sexo. Sim, sobre sexo, e é interessante.

    Adorei, e tô louca pra ler os outros livros deles.

    Alguém já leu?

    Gostou? Compartilhe:

      #euli, livros

      Eu li: Um Amor Para Recordar

      Não sei direito em qual mundo eu vivo, mas eu nunca tinha visto nem lido “Um Amor Para Recordar”. ISSO PORQUE tem os dois em casa. Me matem.

      Mas como esse ano resolvi que vou ler e estou levando isso a sério (o que é fácil, já que a minha mãe tem praticamente uma biblioteca em casa) acabei escolhendo o livro para ler. E devorei.

      Tem algumas pessoas falando no instagram (me segue por lá @daicravo) que não gostam do tipo de narrativa do Nicholas Sparks e eu juro que entendo vocês. Se não me engano esse foi o segundo livro dele que li e o começo realmente me deixa com vontade de socar  a cabeça na parede. Acho que ele dá muuuuuuitos detalhes de coisas que não importam e dá um soninho.

      Mas opinião é igual fiofó e cada um tem o seu.

      Se eu não tivesse gostado dos livros como um todo não estaria lendo nesse momento o terceiro dele hahaha (e minha mãe não teria vários e vários, ela é fã).

      Bem, o “Um Amor Para Recordar” conta a história de Landon e Jamie, jovens do ensino médio com histórias muito diferentes mas que o destino acabam se cruzando de uma maneira inesperada.

      Landon é rico, rebelde e adora tirar sarro da cara dos outros, inclusive de Jamie.

      Jamie é filha do pastor, humilde, uma excelente pessoa e vive com a bíblia debaixo do braço.

      Os dois acabam se aproximando quando Landon decide participar das aulas de teatro do colégio, achando que assim não terá muito o que fazer nas aulas extras.

      No fim das contas você vai acabar chorando desesperadamente conforme for lendo o livro.

      É uma história linda de mudanças, amor e milagres.

      Super vale a pena.

      Gostou? Compartilhe:

        #euli, livros

        Eu li: À primeira vista

        Quando comecei a ler o livro ele me deu um sono, uma preguiça, uma vontade de jogar ele pela janela pra ver se voava que vocês não tem noção.

        Não conseguia ler mais de 3 páginas por vez e achei que não fosse conseguir terminar, mas olha, valeu a pena depois.

        “À primeira vista” conta a história de Jeremy, um homem de NY que já foi casado com Maria e não podia ter filhos. Ele achava que nunca ia se mudar de NY, nunca iria se casar de novo e nunca iria, mesmo, ter filhos.

        Até que Lexie aparece na sua vida e tudo vira de ponta cabeça. Ela engravida logo no comecinho do relacionamento, eles vão se casar e morar em uma cidadezinha muito diferente de tudo que Jeremy está acostumado.

        Entre muitos obstáculos e mudanças Jeremy termina o livro dando um exemplo de superação e de amor.

        O livro não é um dos melhores, mas acho que vale a leitura.

        Alguém já leu?

        Gostou? Compartilhe:

          livros

          Eu li: Um mês para viver

          A história desse livro na minha vida é um pouco intrigante: comprei ele tem uns 2/3 anos, tinha começado a ler mas não tinha passado da primeira dezena de páginas.

          Nunca tinha entendido o motivo.

          Meu pai leu, emprestou pra umas 5 pessoas, o livro voltou pra casa e eu não conseguia ler de jeito nenhum.

          Até que esse ano, dia 27/01, eu tinha terminado de ler “o lado bom da vida” e peguei o “um mês para viver” pra ler. Jurei pra mim mesma que ia terminar dessa vez.

          Terminei o livro dia 27/02 e agora eu entendo o motivo de tanta luta: as transformações que a leitura fez na minha vida.

          É uma leitura leve, dividida pelos dias (dia 1 dia 2…) e que te dá muitos conselhos de como viver uma vida melhor, mais intensa, mais verdadeira, mais perto de Deus e com mais vontade. A base da leitura é o fato da gente não saber quando vai morrer e passar os dias como se fossemos viver pra sempre.

          Amei o livro e vou emprestar para o maior número de pessoas que conseguir.

          Vocês conhecem esse livro meninas?

          Gostou? Compartilhe: