Casamento, Sem categoria

Casamento: O que eu faria diferente? O que faria igual?

Quem acompanha o blog sabe que eu casei em Outubro de 2015 e contei vários detalhes pra vocês aqui, aqui, aqui e aqui.

E de lá pra cá eu faria algumas coisas diferentes e outras eu com certeza faria exatamente igual.

Acho importante esse tipo de post porque geralmente noiva surta, não sabe direito o que fazer, fica super na dúvida, insegura, etc… então, quem sabe a minha experiência pode ajudar vocês não é mesmo?

12540702_1645485069033914_3085109025906845212_n

O que eu faria diferente?

  • Minha lista de convidados cairia pra menos da metade. Sério, hoje eu faria um mini wedding para umas 50/80 pessoas no máximo. Meu casamento foi pra 150, considerado até pouco, mas sim, eu diminuiria ainda mais a lista.
  • Obviamente não teria contratado a péssima empresa de filmagem que fez um trabalho lixo. Mas né? Vivendo e aprendendo.
  • Teria casado e feito a festa no mesmo lugar. Eu casei na igreja porque no sonho do meu marido era casar na igreja. Hoje, acho que teria conversado um pouco mais e chamado um pastor ou diácono pra realizar a cerimônia. Não me arrependo de ter casado na igreja, mas acho mais fácil quando tudo é em um único lugar.
  • Como iria diminuir drasticamente a lista de convidados eu faria um churrascão. Gente, sério, deu água na boca só de pensar hahaha No meu casamento foi servido salgados e finger foods. Tudo que todo mundo come porque ODEIO comida de gente rica/fresca/chique. Estava uma delícia mas com menos pessoas certeza que ia preferir um super churrasco bem a vontade.
  • Não teria contratado filmagem. Eu já não queria, aí acabaram me convencendo porque a noiva não vê praticamente nada do casamento etc. Contratei, a empresa pisou mega feio na bola comigo e no final das contas não fez diferença. Mesmo se a filmagem tivesse ficado boa o DVD ia estar empoeirando lá em casa.

O que eu faria igual?

  • Ter casado no fim da tarde, começo da noite foi uma das melhores escolhas: mesmo os convidados com criança conseguiram ficar na festa até o final. Meu casamento foi marcado para 18h30.
  • Não ter contratado assessoria: eu ia contratar somente para o dia, mas, na igreja que eu casei eles não permitem cerimonialista e é a pastoral familiar que cuida de toda organização do casamento. Na festa, minha irmã e uma amiga ficaram durante uns 20 minutos na porta recepcionando os convidados e mostrando qual era a mesa. Economizei uma boa grana e deu tudo certo.
  • Casamento simples: meu casamento não teve nenhum glamour, não gastei rios de dinheiro com lembrancinha, com super produção, com detalhes bestas que na realidade ninguém nem percebe, só a noiva. Foi a melhor coisa que fiz.
  • Mesas marcadas: Tem coisa mais desesperadora do que você chegar em uma festa e não ter mais lugar pra você sentar com a sua família e todo mundo ter que sentar separado? Então por favor, marquem mesas. No meio da festa quem quiser pode ir sentar pra conversar em qualquer lugar, mas é muito importante no começo cada um saber exatamente onde deve estar e ter a tranquilidade de saber que vai estar com quem gosta.

Claro que cada pessoa tem um gosto e suas prioridades, aqui eu dividi com vocês um pouco da MINHA experiência e espero ter ajudado ♥

E vocês casadinhas, o que fariam diferente? E o que fariam igual?

Beijos!

Comments

comments

Gostou? Compartilhe: