#meuape, ajuda, Casamento, Dicas

Quanto custa morar sozinha/ com o marido?

dinheiro

Quem acompanha o blog desde o começo sabe que eu sempre tive vontade de morar sozinha, apesar de nunca ter tido vontade de casar. E casei. hahaha

O que mais me deixava na dúvida e insegura era sobre os gastos fixos que eu teria mensalmente. Sempre achava que não ia dar e nunca encontrei na internet algum post ou matéria que fosse REAL, principalmente para a minha situação financeira, minha cidade, etc.

É muito fácil morar sozinha ou casar ganhando mais de R$10.000,00 por mês. Mas e quando isso não acontece? É o meu caso e acredito que o caso da maioria de vocês que não tem muita grana disponível mas também não querem passar o resto da vida morando na casa dos pais, dependendo dos outros, e por aí vai.

Então, vim aqui mostrar pra vocês a minha tabelinha da pobreza, DIGO, das despesas RISOS

Claro que isso vai variar de cidade pra cidade e da sua rotina de vida.

Eu e meu marido trabalhamos fora o dia inteiro. Dia de semana somente jantamos em casa. Final de semana é muito variado, mas na maioria deles almoçamos em casa e jantamos alguma bobeira na rua.

Em casa somos somente eu, meu marido e a Arrocha linda e maravilhosa sambando na cara da sociedade.

Moramos em um apartamento de quase 50m² em um bairro classe média, simples, mas um bairro calmo e perto de tudo.

GASTOS:

  • Financiamento do apto: R$425,00
  • Condomínio: R$300,00 (inclui a água)
  • Net + TV + Telefone: R$200,00
  • Gás: R$9,00
  • Luz: R$100,00
  • Compras: R$300,00 (fazemos a compra grande em atacarejos e as misturas como carne, frango, compramos em açougue durante as semanas – está tudo incluso nesse valor)
  • Gasolina: R$200,00 (o carro fica comigo durante a semana, só uso pra ir e voltar do trabalho, final de semana fazemos tudo com o carro)
  • Gastos com a Arrocha: R$50 – R$100,00 (varia muito)

TOTAL APROXIMADO: R$1.634,00

Lembrando que fora os custos fixos ainda tem os adicionais: cartão de crédito, saídas para passear, saídas para comer, bobeirinhas pelo caminho. E, é sempre bom deixar um valor guardado para emergências como problemas no carro, no apê, remédios, veterinário…

Vale também falar que caso você esteja indo morar sozinha algumas contas serão bem menores, como a de luz, gás e compras. E, caso você esteja indo morar com alguém isso tudo é dividido e acaba que não fica tão pesado assim no fim das contas.

Acredito que a parte mais difícil seja organizar os gastos extras, não os fixos. É muito difícil alguém que faça realmente todas as refeições em casa, ou que não saia nenhuma vez no mês para cinema, show, balada, teatro, barzinho com os amigos, enfim…

Espero ter ajudado vocês <3

Comments

comments

Gostou? Compartilhe: